Impressoras 3D

Entenda as tecnologias de Impressão 3D – Parte 2 [DLP] vs [SLA]

02/05/18 - cng

Saber diferenciar essas duas tecnologias é de extrema importância para a escolha correta da melhor Impressora 3D.

Já analisamos as diferenças de resolução e velocidade entre os sistemas DLP e SLA. Dando continuidade ao nosso assunto, vamos explorar a manutenção e calibração de ambos os sistemas e descobrir como isso pode influenciar na escolha correta da sua impressora 3D.

Separamos por tópicos:

1-) Sabendo que as duas tecnologias funcionam ativando resina foto sensível.

SLA – Ativado por feixe laser ponto a ponto

DLP – Ativado por imagem, a camada inteira de uma só vez

O sistema SLA trabalha com um canhão de laser ajustado e calibrado para uma certa resina. Em geral a resina fornecida pelo fabricante da Impressora.

Já o sistema DLP trabalha com projeção de imagem sendo que o projetor pode ser ajustado conforme a necessidade da resina utilizada. Esta característica faz com que as impressoras ASIGA sejam consideradas “abertas”. Isto quer dizer que está incluído no software da impressora, rotinas de calibração para que possa se adaptar a resina disponível.

2-) O sistema SLA precisa levar o ponto laser em toda área de impressão e isto é feito pelo movimento dos espelhos. Lembrando que temos um número maior de partes móveis em uma impressora SLA. Consequentemente, são sistemas mais suscetíveis a perda de calibração.  Já o sistema DLP, não existem partes móveis para o sistema ótico, pois a projeção se dá de uma só vez.

3-) A manutenção prevista para uma DLP é somente a substituição do projetor, o que é muito simples e realizado no próprio local onde está a impressora. No caso de uma impressora SLA, será necessário enviar a máquina para troca de laser e calibração.

4-) A bandeja que contém a resina foto sensível é um consumível, ou seja, se desgasta com o tempo de uso e precisa ser trocada para manter a precisão da impressora.

O sistema DLP opera com uma intensidade de luz aproximadamente 1/10 da utilizada por uma impressora SLA. Provendo duração de até 3 vezes mais comparada com uma bandeja de uma impressora SLA, que se desgasta muito mais rápido.

Veja também: Entenda as tecnologias de Impressão 3D – Parte 1 [DLP] vs [SLA]